Ligue-se a

Exposições

“O Têxtil na Arte – Textile in Art” Centro Cultural Adriano Moreira, Bragança

Pelo Centro Cultural Adriano Moreira vão estar patentes obras de Ana Fernandes, Carolina Sales Teixeira, Cláudia Melo (Menção Honrosa na Contextile 2012), Colectivo XP, Isabel Quaresma, Joana BC, Krista Leesi (Prémio Aquisição ASM 2018), Leni van Lopik, Luísa Ferreira, Rute Rosas e Xai.

Descobrir

Publicado há

em

O Centro Cultural Adriano Moreira, em Bragança, inaugura esta sexta-feira, dia 20 de setembro, pelas 18h00, a exposição “O Têxtil na Arte – Textile in Art”, uma extensão da Contextile 2018 e que reúne obras de 11 artistas, prolongando-se até 16 de novembro deste ano.

Com o apoio estratégico do Município de Bragança e do presidente da Câmara, Hernâni Dias, pelo Centro Cultural Adriano Moreira vão estar patentes obras de Ana Fernandes, Carolina Sales Teixeira, Cláudia Melo (Menção Honrosa na Contextile 2012), Colectivo XP, Isabel Quaresma, Joana BC, Krista Leesi (Prémio Aquisição ASM 2018), Leni van Lopik, Luísa Ferreira, Rute Rosas e Xai.

Recorde-se que a Contextile é a mais importante mostra de Arte Têxtil Contemporânea, que vem deixado a sua marca desde 2012, aquando da Capital Europeia da Cultura, em Guimarães.

As sucessivas Contextile têm ilustrado o envolvimento e a cooperação entre património, indústria têxtil e a criação artística contemporânea na cidade de Guimarães, cidade que é Território de Cultura Têxtil.

Como celebração da cultura têxtil, a Contextile 2018, através de um júri multidisciplinar, selecionou 58 obras de 51 artistas de 26 países – Portugal, vários países europeus, América do Norte e Sul, Ásia e África do Sul –, entre os 630 artistas (de 62 países) que apresentaram 840 trabalhos a concurso para a Exposição Internacional, a partir dos critérios base do regulamento: elevada criatividade, originalidade e competência técnica em torno do elemento têxtil, pela construção, tema, conceito ou material utilizado, mas também tendo por base o conceito temático (in)organic.

Tendo por base esta referência, a exposição “O Têxtil na Arte – Textile in Art” promovida pela Ideias Emergentes e Contextile Bienal traz a Bragança algumas das obras emblemáticas que têm passado por sucessivas Contextile, como são exemplo as peças agora expostas no Centro Cultural Adriano Moreira e com assinatura de Ana Fernandes, Carolina Sales Teixeira, Cláudia Melo, Colectivo XP, Isabel Quaresma, Joana BC, Krista Leesi, Leni van Lopik, Luísa Ferreira, Rute Rosas e Xai.

Continuar a ler...
Comentar (clique aqui)

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

A não perder...

Copyright © 2019 Descobrir, um site sobre cultura, ciência e lazer.