Ligue-se a
Descobrir

Publicado há

em

Já está disponível o hino que a Quinta do Bill criou para a candidatura dos icónicos mascarados transmontanos a Património Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO. Chama-se “Olhem os Caretos” e conta com letra de Sebastião Antunes e música da Quinta do Bill.

Com uma sonoridade que não esquece a música tradicional de Trás-os-Montes, o novo tema transmite alegria e convida todos a cantar e a dançar.

“Olhem os Caretos” surgiu de um desafio lançado pela associação dos Caretos de Podence e foi prontamente aceite pela Quinta do Bill, que tem já uma ligação especial a Trás-os-Montes, fruto dos inúmeros concertos realizados nesta região do país.

A decisão da UNESCO à candidatura dos conhecidos Caretos é conhecida este mês.

Continuar a ler...
Comentar (clique aqui)

Comentários

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cultura

Caretos de Podence: um património de Macedo de Cavaleiros para o Mundo

Benjamim Rodrigues adianta que “há vários projetos em mente e a própria Associação dos Caretos de Podence já desafiou o arquiteto Souto Moura para a elaboração de um projeto de arranjo urbanístico da rua onde tudo acontece e do largo da Queima do Entrudo, bem como de um Museu do Careto”.

Descobrir

Publicado há

em

Por:

A UNESCO acaba de proclamar as “Festividades de Inverno: Carnaval de Podence” na Lista de Representantes do Património Cultural Imaterial da Humanidade. A decisão, tomada no decurso da 14.ª Reunião do Comité Intergovernamental para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial que decorre em Bogotá (Colômbia), “enche de orgulho o Município de Macedo de Cavaleiros e todo o país”, assegura o presidente da Câmara Municipal, Benjamim Rodrigues.

É o ponto alto de uma caminhada iniciada em 2014 sob a excelente batuta da Patrícia Cordeiro, que coordenou todo o processo, em conjunto com António Carneiro”, salienta Benjamim Rodrigues, que se encontra em Bogotá a acompanhar a comitiva de Macedo de Cavaleiros, que está a participar nos trabalhos. O autarca salienta que “o apoio do Município a esta candidatura foi total, mas o mérito de todo o trabalho é de quem não deixou morrer uma tradição secular em Podence e de quem compilou todas as informações necessárias para entregar uma candidatura que a própria UNESCO veio a classificar como exemplar”.

No entender de Benjamim Rodrigues, “a inscrição na Lista de Representantes do Património Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO é o início de uma responsabilidade maior que teremos de assumir a partir de hoje. Com a classificação do Entrudo Chocalheiro como Património da Humanidade tudo devemos fazer para preservar e fortalecer uma tradição única no nosso território, mantendo aquela que é a essência das festividades de Inverno”, frisa o autarca.

Benjamim Rodrigues adianta que “há vários projetos em mente e a própria Associação dos Caretos de Podence já desafiou o arquiteto Souto Moura para a elaboração de um projeto de arranjo urbanístico da rua onde tudo acontece e do largo da Queima do Entrudo, bem como de um Museu do Careto”.

Recorde-se que em Podence existe já a Casa do Careto, sede da associação responsável pela dinamização do Entrudo Chocalheiro, mas o presidente do Município de Macedo de Cavaleiros acredita que “uma tradição que é património da UNESCO merece algo mais”. O arquiteto vencedor de um Prémio Pritzker já está a analisar a proposta e Benjamim Rodrigues assegura que “o município está disponível para ser parceiro nesta ação e para encontrar uma solução para os terrenos necessários para a implementação da infraestrutura”.

Não deixamos de ter os olhos postos no futuro, que vamos preparar de forma estruturada e com serenidade. Mas o momento agora é de festa e de celebração”, assegura Benjamim Rodrigues, que admite alguma ansiedade para regressar a Podence. “A comitiva na qual me integro chega a Portugal no próximo domingo e estamos muito ansiosos por abraçar todos os caretos e, como é natural, iremos preparar uma receção aos Caretos de Podence nos Paços do Concelho no próximo dia 15 de dezembro”, assegura o presidente da autarquia.

Continuar a ler...

Música

Côa Summer Fest nomeado para os Iberian Festival Awards

O festival, o único da região a concurso, é ainda destaque na categoria de melhor performance com a atuação de Murta, o cantor que ficou conhecido no The Voice e que lançou, recentemente, o seu primeiro álbum “D’Art Vida”, que está nomeado entre outros nomes como Dino S’antiago, Blasted Mechanism ou Stereossauro. Na categoria de melhor fotografia está na corrida uma imagem do concerto de Estraca, promessa do hip hop que atuou em Vila Nova de Foz Coa pela primeira vez, registada por Sara Franco.

Descobrir

Publicado há

em

Por:

GlowBubble

O Côa Summer Fest está nomeado para a 5.ª edição dos Iberian Festival Awards, prémios que visam distinguir os melhores festivais musicais portugueses e espanhóis. O evento foz-coense, que já esteve nomeado, em 2016, para melhor festival de pequena dimensão, volta este ano à competição na mesma categoria e também nas de melhor programa cultural, melhor fotografia e melhor performance. As votações para eleger os vencedores decorrem online, até dia 7 de janeiro.

“Sermos nomeados entre dezenas de bons festivais e em diferentes áreas é extremamente gratificante, sobretudo quando caminhamos para o décimo aniversário do nosso festival. O Côa Summer Fest é para nós um projeto muito especial, feito por jovens e para jovens, sempre com o objetivo de colocar Foz Côa no mapa, pelo que ser distinguidos em áreas como programa cultural ou de melhor festival de pequena dimensão vem validar o nosso trabalho e evidenciar que estamos, de facto, a criar uma marca no panorama musical e cultural português”, refere Rui Pedro Pimenta, da organização do Côa Summer Fest.

O festival, o único da região a concurso, é ainda destaque na categoria de melhor performance com a atuação de Murta, o cantor que ficou conhecido no The Voice e que lançou, recentemente, o seu primeiro álbum “D’Art Vida”, que está nomeado entre outros nomes como Dino S’antiago, Blasted Mechanism ou Stereossauro. Na categoria de melhor fotografia está na corrida uma imagem do concerto de Estraca, promessa do hip hop que atuou em Vila Nova de Foz Coa pela primeira vez, registada por Sara Franco.

Ao todo, são 25 as categorias a concurso, estando a votação aberta ao público. A cerimónia de entrega de prémios da 5.ª edição dos Iberian Festival Awards está marcada para 14 de março de 2020, na FIL, em Lisboa, no âmbito do Talkfest – Internacional Music Festivals Forum. A votação pode ser realizada aqui.

Continuar a ler...

Música

Luzi Ramos lança “Meu Anjo”

Foi na Cidade Invicta que a aventura musical começou para Luzi Ramos, ao integrar um grupo musical (Papoites), em 2008. Desde 2013, Luzi reside em Londres, onde dá continuidade à sua carreira musical, desta vez a solo.

Descobrir

Publicado há

em

Por:

Luzi Ramos, nome artístico de Luzivar dos Ramos Sacramento, nasceu em São Tomé, a 1 de Novembro de 1990. Com o objetivo de terminar os estudos, em 2006, mudou-se para o Porto.

Foi na Cidade Invicta que a aventura musical começou para Luzi Ramos, ao integrar um grupo musical (Papoites), em 2008. Desde 2013, Luzi reside em Londres, onde dá continuidade à sua carreira musical, desta vez a solo.

A paixão, a saudade e o ritmo lento e suave são características dos projetos do artista, que conta já com dois singles no mercado “Não te Amo” e “A Nossa Música”, com milhares de vizualizações no YouTube.

A 18 de outubro, o artista apresenta-nos o seu novo single “Meu Anjo”. Um tema apaixonante que promete fazer derreter todos os corações do público.

Continuar a ler...

A não perder...

Copyright © 2019 Descobrir, um site sobre cultura, ciência e lazer.